• Rua dos Afogados, nº 419, Centro, São Luís - MA
  • (98) 3232 1409 / 3221 5500 | contato@cisal.med.br
19 06 2019
Promovendo a Saúde do Trabalhador
  • jun : 30 : 2017 - Vitamina A contra a Tuberculose
  • jun : 12 : 2017 - Você sabia? Casais que não discutem têm melhor saúde.
  • jun : 8 : 2017 - Apenas 30 minutos
  • jun : 5 : 2017 - Cuidados com a saúde no período junino
  • mai : 16 : 2017 - Universitários realizam visita técnica à Cisal

O que é o dia dos pais nos dias atuais? É puramente, evento de apelo comercial?

O que é ser pai nos dias de hoje?

Uma verdadeira revolução de costumes traz à baila questões como a existência de dois pais (homossexuais masculinos) que adotam um filho. Ou mesmo duas mulheres (homossexuais femininas) onde uma delas engravida a partir de uma inseminação artificial ou um doador anônimo. Ou mesmo uma mulher solteira que resolve fazer uma dita “produção independente’’  e engravida de um anônimo ou de um amigo… Qual a figura do pai nessas ocasiões?

Isto para não falar da clássica e antiga questão da paternidade não assumida e das mães solteiras. São tantas as certidões de nascimento onde não consta a figura do pai…

Mas a paternidade é mais que um dever. É um direito. Direito de ser feliz ao lado daqueles que você ajudou a gerar. O prazer de acompanhar o crescimento e desenvolvimento de uma criança, que muitas vezes esquecemos, no afã de buscarmos outras efêmeras alegrias, ou mesmo por conta da luta pela sobrevivência, que nos rouba o tempo que poderíamos estar ao lado destes filhos. E que depois lamentamos a perda de momentos que não voltam mais, e que, muitas vezes, ficam resumidos a fotografias amareladas pelo tempo.

O que é ser pai, portanto? A figura paterna é ainda necessária, fundamental? Porque lembramos mais das mães do que dos pais? E porque muitos pais são esquecidos e acabam abandonados em asilos ou casa de repouso?

Não existe só o pai dos belos comerciais publicitários. Jovens, sorridentes e junto aos seus filhos. Existe aquele pai que cria os filhos sozinho. Existe aquele pai que trabalha, dia e noite, em busca de garantir o alimento e a educação dos filhos. Existe aquele que envelhece com os problemas de saúde próprios da terceira idade (próstata, coração, articulações, etc…) e que luta contra duplo esquecimento: dele próprio, quando a memória o trai (Alzheimer) e dos filhos, família e sociedade que o deletam, qual o mundo espartano onde os desprovidos eram excluídos.

Mas vamos pensar no melhor cenário: um pai amoroso, cercado de filhos gratos por tudo que receberam, e ansiosos por retribuir de todos os modos possíveis, não só por presentes materiais, mas, com o carinho e atenção fundamentais para acalentar um coração carente de afeto. E onde gerações inteiras se quedam frente ao pai, avô, bisavô em uma demonstração de ternura e legitima sensibilidade, que transcende e remete ao espiritual, ao imortal…

Prof. Msc. Carlos Frias Júnior

Mao18

Categorias: Medicina do Trabalho

Deixe um Comentário


coracao

29 DE SETEMBRO É...

Escrito em 29 de setembro de 2017

Nenhum Comentário

Vitamina A contra a...

Escrito em 30 de junho de 2017

Nenhum Comentário

OFDZCR0

Hipertensão: O que é?

Escrito em 23 de junho de 2017

Nenhum Comentário

Você sabia? Ômega-3 e...

Escrito em 21 de junho de 2017

Nenhum Comentário

Você sabia? Casais que...

Escrito em 12 de junho de 2017

Nenhum Comentário

Mao18

Qual o verdadeiro sentido...

Posted on 14 de agosto de 2015

Nenhum Comentário

Cuidados com a saúde...

Posted on 5 de junho de 2017

Nenhum Comentário

hospital-carlos-macieira

Semana de Prevenção de...

Posted on 17 de julho de 2016

Nenhum Comentário

Por que parar de...

Posted on 6 de abril de 2017

Nenhum Comentário